Web 2.0 – A importância da inteligência coletiva para divulgação de serviços na Web

25 09 2007

Pode-se atribuir ao conceito de Web 2.0 uma reorganização da forma como a web passou a ser encarada. Trata-se de uma segunda geração de serviços baseados na plataforma da web onde o enfoque é dado próprio usuário e sua possível contribuição com a rede.  A nova fórmula de trabalhar a potencialidade do World Wide Web surgiu em uma conferência de brainstorming entre as empresas O`Reilly Media e a MediaLive International. O termo trata da constatação de Dale Doughherty, pioneiro da web e vice-presidente da O`Reilly, ao notar que, ao contrário de haver explodido, a web estava mais importante do que nunca, apresentando instigantes aplicações novas e sites eclodindo com surpreendente regularidade. Apesar das inúmeras possibilidades de crescimento da web atribuídas ao pensamento de Doughherty, ainda existe um enorme desacordo sobre o que significada a Web 2.0, com alguns menosprezando a expressão – como sendo um termo de marketing sem nenhum sentido e outros aceitando-a – como a nova forma convencional de conhecimento.

O guru O`Reilly: software será serviço, não produto

A utilização da ´´ Web como plataforma “ também era o lema da Web 1.0 e dos dois maiores exemplos dela, a Double Click e a Akamai, ambas pioneiras em tratar a rede como plataforma. Essa reformulação da Web pode ser observada com um breve comparativo entre alguns dos principais programas da Web 1.0 e Web 2.0. O Netscape, exemplo padrão da Web 1.0, definiu a ´´ web como plataforma “, mas nos termos do velho paradigma de software: seu carro-chefe era o navegador – um aplicativo para desktop – e sua estratégia era usar seu domínio no mercado de navegadores para construir um mercado de altos preços para produtos para servidores. Já como um exemplo de Web 2.0, a Google começou como uma aplicação nativa da web, nunca foi vendida ou empacotada mas oferecida como um serviço pelo qual os usuários pagavam direta ou indiretamente. Nenhuma das armadilhas da velha indústria de software estava presente. Não havia prazos marcados para o lançamento de software, apenas contínuos aperfeiçoamentos. Nada de licenças ou vendas, apenas uso. A Google acontece no espaço entre navegador e ferramenta de busca, e o servidor de conteúdo de destino, como um possibilitador entre o(a) usuário (a) e a sua experiência online.

             Uma das lições da Web 2.0 é exatamente a visão de atingir a rede em toda sua extensão e não apenas no centro, até a cauda longa e não apenas a cabeça. A chave da Web 2.0: o serviço fica automaticamente melhor quanto mais forem os usuários que dele se utilizam. Os maiores casos de sucesso na internet não anunciaram seus produtos. Sua utilização se deu por marketing viral, isto é, recomendações que partiram de usuário para usuário. Pode-se ter quase certeza de que, se um site ou produto depente de publicidade para se tornar conhecido, não é Web 2.0.

                   Tim O`Reilly sugere algumas regras que ajudam a definir a Web 2.0: os dados são de fato o ´´ Intel Inside “ dos aplicativos que fazem o uso dele, o único componente essencial em sistemas cuja infra-estrutura de software é principalmente de código aberto ou de algum modo ´´ commoditizado “; o logo ´´ Beta “, com a proposta de não tratar o software como artefato, mas como um processo de comprometimento com seus usuários. Os programas são corrigidos, alterados e melhorados o tempo todo, e o usuário participa deste processo dando sugestões, reportando erros e aproveitando as melhorias constantes.

            A Web 2.0 está presente em muitos programas conhecidos atualmente, tais como: 

·         ORKUT – site de relacionamentos.

·         Google Maps – pesquisa/visualização de mapas e fotos de satélites da Terra.

·         Blogs, Fotologs – páginas da web onde a atualização é feita pelo usuário.

·         Wikipedia – enciclopédia online.

·         Google – ferramenta de pesquisa, base de dados.

 

 

Anúncios

Ações

Information

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




%d blogueiros gostam disto: